sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Ganhe dinheiro com suas milhas!

Olá pessoal!

No meio do ano, postamos para vocês algumas dicas sobre alguns programas de milhagem das companhias aéreas e sugerimos um site para venda das milhas. Veja o post completo aqui.

Testamos estes serviços em duas empresas, e hoje vou contar para vocês como foram nossas experiências. 
Tentei detalhar todos os passos, desde como obter as milhas, até o passo de venda. Se você já sabe como obter as suas, vá direto ao tópico 2, onde explico como vendê-las! ;)
Mas não deixe de ler, pois elas podem virar um bom dinheirinho para este final de ano!





1. Como obter milhas
Muitas pessoas sempre me perguntam como acumular milhas, por isso decidi incluir esta seção, já que existem várias formas, e muitos tem chance de acumulá-las, e acabam perdendo por não saber o que fazer ou como utilizá-las. Se você não está acostumado, vai ver vários nomes de 1001 programas, mas tudo isso é mais simples do que parece.

Cadastre-se em um programa de milhas

A maioria das empresas aéreas possuem programas de milhagem para fidelizar seus clientes. Através deles, você pode emitir passagens usando as milhas acumuladas. Se vai fazer uma viagem aérea, pesquise sobre o programa de sua companhia, e cadastre-se para garantir as suas. Assim você dá o primeiro passo para acumular suas milhas.
Se você possui cartão de crédito, também poderá escolher um dos programas para transferir seus pontos (mas isto será explicado mais a frente).
Exemplos: Multiplus da TAM, Smiles da Gol, AAdvantage da American Airlines, Tudo Azul da Azul, dentre vários outros.


Dica: Se pretende trocar as milhas por passagens aéreas, procure concentrá-las em apenas um programa de milhagem. Isto te abre mais possibilidades e destinos de voo.

Viagens Aéreas
Quando você faz viagens aéreas, pode receber milhas conforme o trecho percorrido e as tarifas pagas no voo. Porém, para ganhá-las, você deve se cadastrar no programa de fidelidade da sua companhia aérea, como explicado anteriormente. 
Há duas opções, você pode obter os pontos antes do voo, apresentando seu número de fidelidade no check-in de um dos trechos, ou após o voo. Se optar por obter após o voo, guarde seus cartões de embarque, e tenha paciência, já que algumas companhias pedem para digitalizar documentos e têm uma certa burocracia para isso. Fique atento para prazos de validade da operação.

Dica: Especialmente, se for fazer viagens internacionais, atente-se pois algumas empresas aéreas fazem parcerias entre si, de forma que o voo feito em uma empresa pode ser convertido em milhas de outra. Exemplo: As empresas do grupo Star Alliance são parceiras, assim você pode embarcar, por exemplo, com a United Airlines e acumular as milhas no programa Multiplus da TAM.





Programas de Fidelidade de Cartões de Crédito
Para quem não conhece, a maioria dos cartões de crédito concedem pontos proporcionais ao gasto utilizado neles, através de programas de fidelidade (exemplo: Sempre Presente do Banco Itaú, SuperBônus do Santander, dentre outros...). Para ativá-los e obter mais informações eventuais custos, pontos ganhos para cada dólar ou real, regras de resgate, validade dos pontos, etc, você deve procurar seu gerente ou a operadora de cartão.




Após acumular pontos você pode trocá-los por produtos ou serviços ou por milhas aéreas.

Para converter os pontos em milhas, você deve ligar na operadora do seu cartão e informar seu código no programa de milhagem que você deseja. Se você possui mais de um programa, pergunte por promoções. No Santander, por exemplo, consegui uma promoção em que eu ganhava 20% a mais de milhas caso transferisse para o Smiles. Nos sites dos programas, você pode consultar todas as promoções vigentes.
Importante: Mesmo que você nunca tenha feito um voo com a companhia aérea ou não possua nenhuma milha acumulada em um programa, por meio de um voo, você pode se cadastrar e converter seus pontos para milhas.

Programas de Fidelidade de Serviços

Algumas empresas oferecem programas de fidelidade que geram pontos a serem trocados por milhas como o programa do posto Ipiranga. Nestes casos, vale se informar para saber se é viável se cadastrar.

Dica: Se você pretende vender suas milhas, na hora de trocar seus pontos, dê preferência aos programas nacionais de milhagem como o da TAM e o da GOL, pois é mais fácil vendê-las.


2. Como usar milhas

Se você deseja trocar as milhas por trechos de vôos aéreos, veja este post que a Álike fez, contando um pouco sobre sua experiência. Ela acabou por desistir deste processo, e vender as suas. 
Esta é uma boa opção quando você não consegue trocar as milhas por vôos, ou tem pontos no cartão de crédito começando a vencer.

E como funciona?

Estas empresas que compram suas milhas ganham dinheiro ao intermediar o processo de venda de milhas. Por exemplo: eu quero viajar de São Paulo a Salvador, e a passagem custa R$900,00 (todos os valores são demonstrativos, não faço ideia de quanto custa este trecho!). Só que existem vôos para esta data que custam 10000 milhas. Este sites compram nossas milhas por um valor, por exemplo: R$300,00, e vendem a passagem para quem quer fazer este voo, e não tem milhas acumuladas para consegui-la, cobrando por exemplo: R$600,00. Todo mundo acaba ganhando, quem vendeu, pois não ia utilizá-las de forma melhor, quem fez o voo, pois conseguiu passagem por um preço menor, e a empresa que lucrou na transação.

E como nós vendemos?

A Álike vendeu através do HotMilhas e eu vendi através do BrasilMilhas. Portanto, este post terá detalhes e indicação destas duas empresas, já que tudo aconteceu conforme o previsto e ficamos satisfeitas com as companhias.




HotMilhas
O HotMilhas trabalha com o esquema pré-pago. Você acessa o site, e solicita uma cotação, informando seu nome, e-mail, o número de milhas que pretende vender e a companhia aérea (ele trabalha com TAM e GOL). 




Você receberá no seu e-mail a cotação, e caso se interesse, deverá responder o e-mail com todos seus dados, e com os comprovantes de participação no programa de fidelidade escolhido.

Feito isso, a HotMilhas irá analisar seu pedido para aprovação (isto pode levar um tempo, 1 semana, 10 dias, ...). Sendo aprovado, eles entram em contato para transferência do valor para você, e no dia seguinte você informa sua senha do programa de fidelidade.
Você receberá os emails do seu programa de milhagem conforme eles vão utilizando suas milhas, convertendo-as para as passagens. Depois que usarem todas elas, você pode mudar sua senha, para ficar seguro novamente.
E o valor pago? Por ser pré-pago, o HotMilhas pagava R$200,00 a cada 10000 milhas do Smiles (quando cotei). Para a TAM, o valor é um pouco maior, mas isto varia, portanto, faça a cotação sem compromisso para saber o valor exato!

BrasilMilhas

Eu usei o serviço do BrasilMilhas, pois quando cotei, eles pagavam um pouco mais. Eu tinha várias milhas acumuladas, e não tenho viagem prevista. Acessei meu programa de fidelidade do cartão de crédito e vi um número alto de pontos vencidos, ou seja perdidos! Para garantir e não perder mais, decidi vender e utilizei os serviços do BrasilMilhas. 
Ele trabalha com a TAM, a GOL e a Azul. Além disso, ele tem duas formas de compra: no sistema pré-pago e no sistema pós-pago.
O pós-pago paga um valor mais alto a cada 10000 milhas. No meu caso, pagou R$310,00 para esta quantidade. Por outro lado, nesta modalidade, você recebe este valor após 5 dias úteis do uso da milhas vendidas ou no prazo máximo de um mês após a venda.
O funcionamento é bem semelhante. Você solicita a cotação no site, e recebe um e-mail com um link para um formulário de cotação. 


Este formulário apresenta a cotação, e caso você aceite a proposta, ele já tem os campos para preenchimento dos dados de sua conta no programa e de seus dados pessoais. Caso aceite, você deve preencher o dados e clicar em Enviar Solicitação.

No meu caso, eles responderam após 15 dias confirmando a transação e explicando como que seria. Após este período, comecei a ver as passagens sendo emitidas. Levou cerca de uma semana para emitirem todas as passagens, e depois de 5 dias úteis, eles fizeram a transferência para a minha conta do valor negociado.
Eles deixam telefone, e você pode ligar e se informar sobre o processo a qualquer momento.

Eu sei que parece "maracutaia" por ter que informar a senha, porém no nosso caso, as empresas foram corretas, e não tivemos problemas.


O post ficou enorme, porém tentei detalhar ao máximo, já que vejo muita gente deixando de usar suas milhas por falta de informação.

É importante dizer, que isto vale a pena, se você já usa cartão de crédito ou acumula milhas não usadas em vôos aéreos. Se você não usa cartão, este é um bom meio de pagamento, desde que você seja controlado com suas compras, e gaste aquilo que cabe dentro do seu orçamento, para que consiga pagar o valor total da fatura, já que esta modalidade possui juros altíssimos, e no caso de pagamento parcial da fatura, pode gerar dívidas exorbitantes, anulando qualquer vantagem de milhas.
Espero muito que as dicas tenham sido úteis, e esclarecido um pouquinho sobre como você pode usar as milhas, e se beneficiar com isso. Para mim, foi muito bom e por isso, decidi compartilhar.

Beijos,

Amanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente ai... Nós vamos adorar saber sua opinião!